sábado, 5 de março de 2011

Não, eu não estou sozinha. Mas é assim que eu me sinto.
Às vezes, as pessoas me perguntam como eu estou.
Mas a verdade, é que nem eu sei.
Não sei o que eu sinto, o que está acontecendo,
não há palavras para definir como eu estou.
Então simplesmente solto um “estou bem”,
mesmo sabendo que na verdade o que estou sentindo
está bem longe de um “estou bem”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário